Logo EPOP fundo transparente

Tocantins implementa plataforma de Governo Digital

Tocantins implementa plataforma de Governo Digital

O governo de Tocantins acaba de implementar o Governo Digital, uma iniciativa que visa desburocratizar e digitalizar a participação dos cidadãos nos processos administrativos. O governador Wanderlei Barbosa assinou um decreto que institui algumas diretrizes para o projeto, entre as quais está a aproximação com a Administração Federal e a utilização de tecnologia para promover a acessibilidade.

A iniciativa inclui o lançamento do Pronto Tocantins, um portal de serviços digitais. Para garantir a autenticidade das operações, será utilizada a assinatura eletrônica e a identificação via CPF ou CNPJ. 

Assim, para alguns serviços, não será mais necessário enviar diversos documentos e passar por vários processos administrativos. O decreto assinado pelo governador também prevê a transparência dos dados governamentais, desde que a segurança digital e a privacidade sejam protegidas.

Cesar Alcácio, CEO da 3P Brasil, avalia que a iniciativa do governo do Tocantins é um exemplo de iniciativa que busca melhorar a eficiência e a transparência dos serviços públicos. “Ao estabelecer essas diretrizes, Tocantins não só aponta para uma modernização de sua gestão pública, mas também se coloca como um modelo para outras Unidades Federativas que buscam implementar ou aprimorar suas próprias estratégias digitais. Esse tipo de iniciativa é fundamental para estabelecer padrões e promover melhores práticas no uso da tecnologia dentro da administração pública”, diz ele.

Depois de mais de cinco meses de lançamento, o Pronto Tocantins já tem aproximadamente 25 mil usuários cadastrados e está habilitado para oferecer mais de 700 serviços de mais de 30 órgãos do governo de Tocantins – já é a principal plataforma para a oferta de serviços digitais desse estado e tratada pelo governo como “uma nova forma de fazer a gestão pública”.

Alcácio destaca o impacto da iniciativa na simplificação da vida do cidadão, que precisará se deslocar menos, passar menos tempo em filas e interagir mais facilmente com a administração pública. “Mas, também considero relevante destacar a importância da segurança da informação e da proteção de dados pessoais nesse processo de digitalização. Com o aumento do volume de interações online e da quantidade de dados pessoais gerenciados pelos sistemas governamentais, torna-se crucial investir em tecnologias de segurança e em políticas claras de privacidade para proteger os cidadãos contra vazamentos e uso indevido de suas informações”, pondera o diretor, lembrando também da necessidade de promover a inclusão digital nesse contexto.

Para saber mais, basta acessar https://www.3pbrasil.com.br/

© 2024 EPOP copyright all right reserved.