Siren 14 orientado por IA introduz segurança para policiais no celular e simplifica a investigação

A Siren, a empresa que oferece uma plataforma de investigação multifuncional para departamentos de polícia e do xerife, agências de inteligência e aplicação da lei, centros de fusão e programas de Áreas de Tráfico de Drogas de Alta Intensidade (HIDTA), lançou uma nova pesquisa orientada por IA com acesso móvel como parte de seu mais recentemente lançamento e seu pacote de produtos Siren for Law Enforcement .

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20240125601553/pt/

New Simplified Search (Photo: Business Wire)

New Simplified Search (Photo: Business Wire)

A Siren oferece um conjunto completo de ferramentas de investigação para desafios contemporâneos, como a verificação policial, violência em “latrocínios”, proteção de VIPs, tráfico, congelamento de cadeias de suprimentos e segurança marítima.

A Siren conecta informações confidenciais locais aos dados do fornecedor externo, assim como aos dados disponíveis de fontes públicas (OSINT), para identificar padrões, golpistas e eventos. A Siren está agora disponível em dispositivos móveis para proporcionar uma camada adicional de segurança aos policiais da linha de frente.

A nova pesquisa orientada por IA reduz sensivelmente a complexidade na conexão de diversas inteligências. Estabelecer vínculos complexos pode ser realizado por qualquer um, a partir de qualquer departamento, com o uso de uma linguagem básica baseada em pesquisa e sem a necessidade de habilidades analíticas. De acordo com a pesquisa da Siren, leva pelo menos seis meses para um novo analista se tornar produtivo. A interface simples distribui naturalmente a carga de trabalho.

A Siren possibilita que os policiais da linha de frente realizem verificações de antecedentes de suspeitos, empresas e propriedades a partir de um dispositivo móvel, antes de interações criminosas e ataques a sites​. A mais recente inovação da Siren oferece uma camada adicional de segurança, reduzindo o risco de perigos inesperados e fornecendo pistas úteis de forma rápida.

“O simples é difícil e é isso que conseguimos realizar com o Siren 14”, disse John Randles, CEO da Siren. “A Siren agora pode oferecer inteligência complexa conectada às equipes de comando e policiais uniformizados, sem a necessidade de treinamento em ciência de dados. É uma pesquisa simples como usar a internet ou comprar on-line”, concluiu ele.

“A nova capacidade de pesquisa na Siren colocará o controle das investigações básicas e verificações de segurança de volta nas mãos daqueles que realmente precisam”, disse a cliente da Siren, Kathleen Miles, chefe de relacionamento com o cliente e cofundadora da Ex Arca, uma empresa de pesquisa de código aberto. “A plataforma Siren móvel significa que as equipes de inteligência podem se concentrar no trabalho para o qual foram treinados para fazer”, acrescentou ela.

“A Siren está agora acessível a todo o departamento, o que é uma mudança completa de jogo. Democratizar a inteligência dessa forma é uma mudança nunca vista em vinte anos de tecnologia”, comentou Bob Griffin, presidente da Siren.

Sobre a Siren

A Siren é uma plataforma de investigação multifuncional utilizada por autoridades policiais, agências de inteligência e empresas para proteger pessoas, ativos e redes. A Siren vincula dados de código aberto, fornecedores e fontes confidenciais para revelar a inteligência desconectada. A tecnologia patenteada da Siren é exclusivamente baseada em pesquisa, fornecendo uma interface simples e relatório avançado para investigações em velocidade e escala empresarial.

Em novembro de 2023, a Siren alcançou o 9º lugar no Technology Fast 50 da Deloitte. A Siren recebeu €12 milhões em financiamento em 2023 e foi nomeada como Gartner Cool Vendor (Ótimo fornecedor) em 2020. Para mais informações, acesse www.siren.io.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Rachel Kavanagh

[email protected]


Fonte: BUSINESS WIRE