Logo EPOP fundo transparente

Salvador usa tecnologia para aumentar segurança no Carnaval

Salvador usa tecnologia para aumentar segurança no Carnaval

A prefeitura de Salvador utilizou pelo segundo ano consecutivo uma tecnologia em mobilidade urbana – desenvolvida exclusivamente para grandes eventos. O  objetivo foi aumentar a segurança no Carnaval de rua 2024 e melhorar o trânsito. Funcionaram durante todos os dias de folia 15 pórticos para controle do tráfego de veículos, nas zonas em que aconteceram os circuitos Barra/Ondina e no trecho da orla atlântica entre Boca do Rio e Patamares. 

De acordo com a prefeitura de Salvador, a segunda-feira (12) de Carnaval superou o sábado (10) no número de pessoas nos circuitos oficiais. A informação foi divulgada pelo prefeito Bruno Reis, em entrevista de balanço do Campo Grande na terça-feira (13/02). Segundo o prefeito, mais de 2 milhões de pessoas estiveram nas ruas nesta segunda.

“No circuito da Barra-Ondina, ontem passaram pelos pórticos 860 mil pessoas. No circuito aqui do Campo Grande, foram 836 mil pessoas. Praticamente empatou em número de foliões. Se a gente não tivesse feito um Carnaval forte aqui no Centro, com grandes atrações que arrastam multidões, imaginem os impactos que nós teríamos no circuito da Barra”, analisou.

Nestas regiões o trânsito de veículos foi restrito, entre às 13h e às 5h da manhã. Os 15 displays inteligentes foram posicionados nas ruas de acesso ao Carnaval e geraram informações visuais para cada um dos motoristas que estiveram utilizando aquela rua indicando se eles tinham ou não permissão para transitar, conforme a luz indicativa no painel. Quando um veículo credenciado passava pelo pórtico uma luz verde era acionada ao lado da palavra “ok”. Caso não estivesse credenciado, acendia uma luz vermelha com o letreiro mostrando “não ok” ao lado.  

Paralelamente os instrumentos geravam informações sobre a circulação dos veículos – e enviavam em tempo real – para uma plataforma inteligente de dados monitorada pelos órgãos de fiscalização, possibilitando estratégias para mitigar problemas no trânsito em horários específicos, entre outras ações. 

Cerca de 35 mil automóveis foram credenciados para acesso autorizado nas regiões dos circuitos do Carnaval de Salvador.  

Os testes com equipamentos – aliados à central de dados – começaram uma semana antes do Carnaval e entraram em operação no dia 08 de fevereiro – data do início das festas. Foram cinco zonas, divididas em 12 regiões distintas. Veículos com acesso não autorizado poderiam levar multas, caso  infringissem a passagem.  

O superintendente de Trânsito de Salvador, Décio Martins, explica que o objetivo é garantir a segurança, apoiar os moradores locais e viabilizar a melhor experiência aos foliões. “Como no ano passado, utilizamos esta tecnologia inovadora no país, que nos permitiu restringir a circulação e o estacionamento de veículos no entorno dos circuitos do Carnaval, ampliando a oferta de vagas nos estacionamentos remotos e proporcionando melhorias significativas na mobilidade, inclusive do transporte coletivo”, afirma Décio Martins, superintendente de Trânsito de Salvador.

A solução utiliza como referência uma lista previamente cadastrada de placas de veículos de moradores e prestadores de serviços autorizados a trafegar na região. 

 

Outras funcionalidades

O diretor presidente da Velsis, empresa responsável pela fabricação da tecnologia para o Carnaval de Salvador, Guilherme Araújo, explica que o sistema inteligente visa gerar informações avançadas sobre o tráfego veicular urbano e disponibilizá-las aos diferentes usuários e gestores das vias urbanas em tempo real. 

“Sistemas com solução 100% nacional possibilitam a implantação de uma maior quantidade de sensores, que coletam dados em tempo real. Isso resulta em uma maior integração  de dados das vias, dos motoristas e dos veículos, com capacidade de gerar dados computacionais valiosos para a gestão da mobilidade e predição de riscos na realização de grandes eventos”, explica Guilherme Araújo, diretor presidente da Velsis.

Além das funcionalidades de controle de acesso à área do circuito do Carnaval, a solução entregue possui como diferencial um sistema de inteligência artificial, que possibilita o envio de um conjunto de dados maior e mais complexo com qualidade de informação. 

O sistema permite o monitoramento de 250 carros por segundo e a identificação de mais de 30 características diferentes em cada passagem de veículo, entre elas a leitura da placa dos veículos, a situação do motorista, do veículo, do deslocamento e outras passíveis de serem consultadas em tempo real.

Considerada a maior festa de rua do mundo, o Carnaval de Salvador atrai mais de 850 mil turistas. Três milhões de foliões estão previstos para pular nos circuitos oficiais da festa. 

© 2024 EPOP copyright all right reserved.