Curso de gráficos de reuniões semestrais da Patient Safety Movement Foundation para iniciativas internacionais de segurança do paciente em 2024

A Patient Safety Movement Foundation (PSMF) convocou seu evento anual de meio de ano para debater os desafios de segurança no sistema de saúde que resultam em milhões de mortes evitáveis ao redor do mundo. Palestras e mesas redondas com renomados especialistas em segurança do paciente em várias áreas com foco em estratégias de nível macro para criar um sistema de saúde mais seguro e com total prevenção de doenças.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20240126572583/pt/

Patient Safety Movement Foundation Founder Joe Kiani speaks about the road ahead in global efforts to eliminate preventable patient harm at the PSMF's annual Mid-Year Event. (Photo: Business Wire)

Patient Safety Movement Foundation Founder Joe Kiani speaks about the road ahead in global efforts to eliminate preventable patient harm at the PSMF’s annual Mid-Year Event. (Photo: Business Wire)

O evento de meio de ano da PSMF convida líderes e defensores da segurança do paciente, administradores de hospitais e executivos clínicos, executivos de tecnologia médica, grandes pagadores de sistemas de saúde, pacientes e suas famílias, e funcionários de governos de todo o mundo a analisar as melhores práticas e traçar um curso de ação para o ano.

Uma palestra de Carol Peden, MD, Copresidente da Right Care Initiative, discutiu as lições aprendidas ao implementar estratégias com base em evidências, incluindo transparência de dados e modos de reduzir as disparidades raciais e socioeconómicas nos cuidados de saúde. Outra palestra de David C. Stockwell, MD, Diretor Médico do Centro Infantil Johns Hopkins, examinou os próximos passos em aplicar recomendações do recente relatório PCAST ao Presidente Biden sobre a necessidade urgente de abordar a prevenção de doenças em geral nos hospitais dos EUA. Albert Wu, MD, Diretor do Centro Johns Hopkins para Serviços de Saúde e Pesquisa de Resultados, discutiu a importância da “cultura justa” e criação de uma cultura sem culpa, na qual as pessoas sejam capazes de relatar erros sem medo de punição.

Joe Kiani, fundador da Patient Safety Movement Foundation, declarou: “Desde o primeiro dia, trabalhamos para remover divisões em todo o ecossistema de saúde a fim de desenvolver soluções com informação por todas as partes interessadas, incluindo pacientes, e com experiência multidisciplinar. O encontro de meio de ano deste ano analisou soluções que nos ajudarão a alcançar zero danos evitáveis com mais rapidez. O impulso é tudo. Vemos um caminho claro para a eliminação de erros médicos evitáveis, mas todos temos um papel a desempenhar. Precisamos agir por gentileza.”

“Temos uma enorme oportunidade de salvar vidas ao redor do mundo”, afirmou o Dr. Mike Durkin, Presidente da Patient Safety Movement Foundation. “Agora é o momento de recuperar do impacto da pandemia, durante a qual aprendemos em primeira mão sobre os perigos aos pacientes e profissionais de saúde. Precisamos agora manter nosso impulso para reduzir doenças e trabalhar de modo incessante e em cooperação com todos os ambientes de saúde. Este ano, a Organização Mundial da Saúde terá foco na segurança do diagnóstico. Devemos continuar ouvindo nossos pacientes, suas famílias e profissionais de saúde, bem como fornecer aos mesmos uma plataforma para que se sintam seguros ao contar suas histórias sem medo.”

“Podemos ter um sistema de saúde mais seguro hoje, mas todos precisamos torná-lo uma prioridade”, afirmou o Dr. Michael Ramsay, Diretor Executivo da Patient Safety Movement Foundation. “Também precisamos exigir transparência e acesso a dados reais de nossos prestadores de cuidados de saúde. Estou motivado pela paixão dos participantes do encontro e acredito que 2024 será um ano essencial para a segurança do paciente.”

“Este ano marca o 25º aniversário do relatório ‘To Err Is Human’ (Errar é Humando)”, afirmou Sanaz Massoumi, Diretor de Operações da Patient Safety Movement Foundation. “Sabemos agora claramente que a prática da medicina com base em evidências previne doenças aos pacientes e não há dúvida de que salva milhões de vidas e poupa bilhões de dólares. Temos expectativas de fazer parceria com mais instituições de saúde em 2024. Também esperamos capacitar pacientes e defensores de pacientes.”

O encontro deste ano também contou com uma apresentação de Michael Millenson, Presidente da Health Quality Advisors, LLC, que compartilhou porque acredita que o progresso tem sido lento e o que precisa de ser feito para acelerar a mudança e transformar o nosso sistema de saúde. Também se apresentaram hoje o Dr. Neelam Dhingra, que dirige a Iniciativa Emblemática Transformadora da Organização Mundial da Saúde; Dr. Edward Kelley, Diretor Global de Saúde da ApiJect; e Dr. Howard Hu, Presidente e Professor de Ciências da População e Saúde Pública da Universidade do Sul da Califórnia.

As recomendações do grupo incluíram:

  • O papel do conselho e do alto escalão na segurança do paciente
  • Resiliência no cuidado da saúde
  • Envolvimento do paciente e suas famílias
  • Segurança pediátrica
  • Segurança diagnóstica

As apresentações e mesas redondas no evento de meio de ano com duração de dois dias lançaram as bases para o 11o Encontro de Cúpula Mundial sobre Segurança do Paciente, Ciência e Tecnologia anual da PSMF, programado para o fim deste ano, de 6 a 7 de setembro de 2024. Para mais informações, atualizações e se inscrever no encontro, acesse https://psmf.org/summits/11th-annual-world-patient-safety-science-technology-summit/ .

SOBRE A PATIENT SAFETY MOVEMENT FOUNDATION

Em 2012, Joe Kiani fundou a Patient Safety Movement Foundation (PSMF), sem fins lucrativos, para eliminar erros médicos preveníveis em hospitais. Sua equipe trabalhou com especialistas internacionais em segurança do paciente para criar Práticas Processáveis com Base em Evidências (AEBP) que abordassem os principais desafios. As AEBP estão disponíveis gratuitamente para os hospitais online. Os hospitais são incentivados a assumir um compromisso formal com ZERO mortes evitáveis, sendo que as empresas de tecnologia de cuidado da saúde são convidadas a assinar o Open Data Pledge (Compromisso de Dados Abertos) para compartilhar seus dados, de modo que possam ser desenvolvidos algoritmos preditivos que possibilitem a identificação de erros antes que se tornem fatais. O Encontro de Cúpula Mundial sobre Segurança, Ciência e Tecnologia do Paciente anual da Fundação reúne todas as partes interessadas, incluindo pacientes, prestadores de cuidados de saúde, empresas de tecnologia médica, funcionários de governos e pagadores privados. A PSMF foi fundada com o apoio da Fundação Masimo para Ética, Inovação e Concorrência na Saúde. Para mais informação, acesse psmf.org.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Patient Safety Movement Foundation

Irene Mulonni, [email protected] | (858) 859-7001


Fonte: BUSINESS WIRE