Logo EPOP fundo transparente

Startup lança plataforma de design por assinatura

Startup lança plataforma de design por assinatura

O futuro da colaboração criativa é onde a criatividade e a inovação não são forçadas a caber nos limites do escritório. A aceleração da tecnologia está gerando mais conectividade. Isso, por sua vez, aumenta o consumo de conteúdo à medida que os usuários acessam o que amam em ainda mais dispositivos e plataformas, é o que demonstra uma pesquisa feita pela Adobe e The Drum. As empresas precisam criar mais conteúdo e devem encontrar uma maneira de manter um fornecimento consistente. Isso significa que ter a criatividade em seu centro é fundamental para acompanhar o ritmo das mudanças.

Pode ser que em algum momento o marketing tenha sido mais centrado na excelência pessoal do que no trabalho em equipe, mas com o avanço da tecnologia, a colaboração no ambiente de trabalho se tornou crucial como nunca. Assim como afirma a pesquisa feita pela Adobe onde 42% dos profissionais de marketing acreditam que o conteúdo criativo se tornará mais crítico para o setor nos próximos anos, uma estatística reveladora que mostra que a criatividade será importante para toda a organização.

Segundo Raphael Leão, Diretor Executivo da Motion Brand – Design por Assinatura “À medida que a criatividade e a colaboração se tornam mais comuns, a demanda por conteúdo se mante em constante crescimento. Muitas equipes de marketing estão sob pressão para aumentar a produtividade e a carga de trabalho, muitas vezes lidando com orçamentos e prazos semelhantes aos anteriores. Elas precisam alcançar mais com menos recursos e no mesmo período de tempo. Isso ressalta a importância da colaboração entre equipes de marketing e equipes criativas, enquanto o uso da tecnologia se torna essencial para manter os níveis de produtividade.”

É nesse cenário desafiador que a Motion Brand apresenta um novo modelo de serviços de design: o design por assinatura. Raphael Leão atuou como diretor de criação em agências de publicidade antes de fundar sua Startup em 2019. “Através de nossa plataforma, conectamos designers talentosos de todo Brasil a times de marketing de forma remota e gerenciada, facilitando a realização rápida de um grande volume de criativos. Ao assinar um plano, o cliente utiliza a plataforma para ter acesso a uma equipe de design e conteúdo por uma taxa mensal fixa que atende às necessidades da organização com agilidade e redução nos custos”, explica.

Como funciona?

“Por meio da assinatura mensal de design, o cliente adquire créditos que podem ser trocados por demandas gráficas dentro da necessidade da empresa. Os créditos funcionam como uma moeda de troca: um crédito, por exemplo, pode ser trocado por uma  peça estática de rede social; três créditos são equivalentes a um vídeo para redes  sociais”, explica Raphael. O “cardápio” de opções é extenso: o cliente pode solicitar material impresso, peças digitais, animações, apresentações comerciais, sites, landing pages, embalagens, ebooks, dentre outros.

Entregando peças gráficas e digitais com prazos a partir de 12h depois da solicitação, o objetivo da Motion é acelerar o processo de criação e diminuir o valor investido por esse trabalho, chegando a custar ¼ do  fee mensal de uma agência tradicional, calcula Raphael. A startup promete reduzir o custo de produção de design aproximando os profissionais de criação dos times de marketing das empresas através da plataforma. O processo de contratação dos profissionais também inclui a aplicação de treinamentos constantes, buscando manter o nível de qualidade em todas as entregas.

“Estamos sempre em busca de profissionais qualificados na área de criação para formar núcleos de designers treinados para atender marcas específicas, tornando-os,  praticamente, membros da equipe do cliente, sem que os colaboradores estejam diretamente ligados à empresa contratante”, ressalta Raphael. “Esse processo reduz gastos, burocracia e diminui o tempo de adaptação em relação a um funcionário novo na empresa”, destaca.

Plataforma de solicitação de demandas

“Desde o começo da minha carreira como designer sempre prezei pela simplicidade e eficiência em todo processo, e isso refletiu diretamente na criação da nossa plataforma”, lembra Raphael. Dentre os principais pontos, ele destaca que o processo é simples e o cliente pode solicitar suas demandas de design através de um formulário que se assemelha ao tradicional briefing de marketing. Na sequência, prossegue ele, “a solicitação é encaminhada ao profissional mais adequado com a supervisão de um gestor de projetos e um líder criativo”.

O cliente pode acompanhar o status de sua demanda em tempo real, recebendo notificações ao longo do processo criativo. Ao receber a peça finalizada, o cliente tem total liberdade para aprovar ou reprovar, e ainda fornecer feedbacks valiosos em cada etapa diretamente ao time criativo. “Nossa plataforma gera relatórios detalhados, permitindo um controle completo dos créditos utilizados ao longo do mês”, explica.

Acompanhando as maiores tendências em design para 2024 previstas pela indústria criativa segundo a Creative Boom, Nick Pattison, da Studio Primary, define o cenário com uma tendência de Trabalho de agência baseado em assinatura. “Neste momento, vivemos num setor em rápida mudança, com muitos designers ainda a trabalhar a partir de casa e outros a abrir escritórios paralelos ou pequenos estúdios”, explica. “Ao mesmo tempo, as ferramentas de design e o advento da IA ​​estão a acelerar a velocidade com que estes designers podem criar, comunicar e entregar. “Os clientes esperam cada vez mais em menos tempo e os designers estão buscando novas maneiras de atender esses clientes”.

Raphael ressalta que “conectar os profissionais diretamente com os times de marketing elimina intermediários desnecessários e encurta o processo, tornando-o mais objetivo e simplificado”. “Observando o contexto atual dos times de marketing, percebemos uma oportunidade de conectar profissionais de design a empresas como uma solução mais  acessível sem perder a qualidade”, complementa.

Com clientes como a HR Tech LG lugar de gente e o Laboratório Teuto Brasileiro, a  transição para o modelo de assinatura de design através de uma plataforma de gig  economy (trabalhadores temporários de plataformas online) é uma resposta da empresa à  demanda do mercado de design no Brasil e no mundo, finaliza o profissional.

© 2024 EPOP copyright all right reserved.