Logo EPOP fundo transparente

PMEs buscam meios de se proteger contra furtos e assaltos

Com a chegada de 2024, muitas empresas concedem folgas aos seus colaboradores ou implementam recesso. Nesse contexto, cresce a preocupação com invasões, furtos e assaltos, visto que alguns empreendedores negligenciam o investimento em equipamentos de segurança apropriados para resguardarem seus negócios. 

A ação dos criminosos constituiu uma das principais fontes de prejuízo do comércio, segundo a Associação Brasileira de Prevenção de Perdas (Abrappe). A entidade realiza anualmente uma pesquisa para medir as perdas do setor com furtos, roubos e também por problemas operacionais. O dado mais recente mostra um prejuízo anual de R$ 24 bilhões com esses fatores.

O aumento da violência urbana é um fenômeno verificado em todo o território nacional. De acordo com a última edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgada em 2022, o índice de furtos e roubos a estabelecimentos comerciais cresceu 6,5% no último ano.

Diante desse cenário, existem estratégias disponíveis para reforçar a proteção, garantindo a integridade dos estabelecimentos.

É relevante destacar que, atualmente, as tecnologias de segurança se tornaram mais acessíveis, democratizando o acesso não apenas para grandes corporações, mas também para micro e pequenas empresas. Esses avanços tecnológicos proporcionam opções com sistemas de monitoramento, permitindo respostas mais ágeis a incidentes.

Uma alternativa é investir em alarmes contra intrusão. Esses sistemas, embora simples na operação, se mostram úteis. Além disso, oferecem a possibilidade de integração com os sistemas de circuito fechado de televisão (CFTV), o que permite que os responsáveis pelo monitoramento tenham gerenciamento e controle, mesmo à distância, através da internet.

É importante que as empresas invistam em segurança. Hoje, os equipamentos que gravam vídeo e áudio estão mais modernos. As opções que utilizam a inteligência artificial estão mais acessíveis. A mais recente geração de câmeras e gravadores (NVR e DVR), possui preço semelhante ao dos tradicionais. O equipamento mais simples já é capaz de detectar pessoas e veículos através de algoritmos, mesmo em linhas consideradas de entrada.

“A combinação estratégica de sistemas de alarme sonoro e luminoso, aliada à implementação de câmeras de monitoramento equipadas com IA, oferecem uma defesa abrangente contra ameaças durante os períodos de menor atividade comercial. Ao adotar essas medidas proativas, as PMEs podem garantir a integridade de seus estabelecimentos, permitindo que proprietários desfrutem do ambiente com tranquilidade”, explica Ronney Amorim, Gerente de Produtos da Hikvision.

© 2024 EPOP copyright all right reserved.