Logo EPOP fundo transparente

Vaidade masculina: especialistas apontam cuidados de beleza e de saúde

Vaidade masculina: especialistas apontam cuidados de beleza e de saúde

A ala masculina está se mostrando mais preocupada nos cuidados com a beleza. Informações da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) apontam que 65% dos homens usam artigos de perfumaria e 53% não têm vergonha de admitir. Já o relatório do Grand View Research revela que o tamanho do mercado global de cuidados pessoais masculinos foi avaliado em US$ 30,8 bilhões em 2021 e tem a previsão de aumentar 9,1% até 2030. 

Mas o cenário vai além de produtos de beleza e contempla algumas tecnologias e novidades que ajudam a diagnosticar e tratar condições, elevando a autoestima, como apontam alguns especialistas. 

Teste genético capilar 

Descobrir a origem do problema é essencial para um tratamento certeiro. E com o teste genético, o tratamento ficou muito mais assertivo e personalizado. “Coletamos a saliva, que é enviada para ser analisada na Espanha. Em 15 dias recebemos um relatório com o estudo de 26 genes ligados à resposta de medicamentos e de vitaminas que podem atuar na queda de cabelo, além de quais problemas genéticos podem desencadear a condição”, explica o tricologista Julio Pierezan (CRM 182152), especializado em cirurgia de Transplante Capilar (Buenos Aires/ARG).

De acordo com o especialista, que é médico diretor da Clínica Pierezan, membro da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), da International Society of Hair Restoration Surgery (ISHRS) e da World FUE Institute, é por meio do resultado que se faz a prescrição de medicamentos e vitaminas. “Recebemos uma lista com a porcentagem de efetividade que aquele medicamento ou vitamina terá para a pessoa. Dessa forma, podemos minimizar e até cessar a queda de cabelo”, garante.  

O segredo dos dentes brancos 

Conforme o envelhecimento; alimentação, com ingredientes que mancham (amora, café, cúrcuma); o fumo; a falta de higiene bucal; medicações e traumas podem mudar a cor dos dentes. “As manchas podem ser externas, aquelas que se encontram no esmalte, ou seja, na parte branca, e as internas, ocasionadas por situações congênitas, sistêmicas ou influência genética”, explica Patrícia Almeida, dentista, especialista em reabilitação oral e estética, idealizadora da Odontologia Almeida e integrante da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas (APCD).

Para isso, é preciso apostar primeiro na limpeza. “Ela vai ajudar a remover a placa e, de certa forma, clarear. Não vai ter mudança de cor para um branco, mas você percebe uma diferença, eles ficam mais polidos e brilhantes”, explica a cirurgiã-dentista, que completa. “Pode ser indicado ainda o clareamento no consultório com acompanhamento em casa, quando você usa gel e a moldeira. E ainda passar por restaurações, incluindo a aplicação de facetas”. 

A especialista ainda lembra que é preciso ter cuidados em casa. “Higienizar corretamente a boca diariamente, utilizando escova, pasta e fio dental. E mudar os hábitos, como parar de fumar, ou evitar/minimizar o consumo de alimentos e de bebidas que provoquem a coloração. Isso vai ajudar muito na prevenção de novas manchas e manter a limpeza/clareamento que você fez em um consultório”, conclui. 

Cuidados diários com a pele 

Para que o envelhecimento da derme ocorra de forma saudável, é preciso investir em um skincare. “Não são necessários muitos produtos. Você pode ter um sabonete para higienizar a pele, um antiaging, que pode ser um sérum, e um protetor solar com textura fluida”, descreve Geisa Costa, dermatologista e idealizadora do Art Beauty Center (São Paulo/SP e Uberaba/MG). 

Para ela, pele é estímulo constante e precisa cuidar diariamente em casa, sempre com orientação do dermatologista para envelhecer bem. “Os  cremes ajudam na hidratação, proporcionando uma pele com melhor qualidade. Mas vale investir em tratamentos clínicos personalizados como, por exemplo, aqueles que promovem a elasticidade e a firmeza da pele”, argumenta a especialista.  

Barba e cabelo brilhantes 

Adotar uma rotina de cuidados também é importante para manter barba e cabelos saudáveis. “Tenha uma linha específica para homens, com shampoo, condicionador e pomada para finalização. Tônico antiqueda também pode ser parte do seu arsenal para o cabelo e a barba. Assim como um balm que você pode usar antes e depois de fazer a barba”, orienta Rodrigo Cintra, hair stylist, coapresentador do programa Esquadrão da Moda (SBT) e idealizador do The Art Salon

Outra sugestão do especialista são os ativos. “Pesquise por produtos com aloe vera, tea tree (melaleuca), menta, alantoína (hidratante) e OKnexil – composto que auxilia na regeneração e fortalecimento dos fios. Eles proporcionam desde o controle da oleosidade e da caspa, bem como a hidratação”, revela Rodrigo Cintra, que tem 30 anos de carreira e 14 milhões de seguidores em suas redes sociais.

Melhora da papada 

O queixo duplo, também chamado de papada, é uma condição multifatorial, podendo ser causado pela genética, ganho de peso, má postura e a flacidez da pele. Para minimizá-lo é preciso entender a origem do problema. E pode ir desde a manutenção e/ou perda de peso, a tratamentos estéticos até a cirurgia plástica. 

“O procedimento cirúrgico consiste em uma lipo de papada, a aspiração da gordura localizada. Em alguns casos, de acordo com a necessidade da paciente, a técnica pode ser combinada com um lifting cérvico-facial, que é a suspensão do tecido que se tornou flácido, por meio de suturas internas”, explica o cirurgião plástico Marcelo Sampaio

O especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pelo Hospital das Clínicas (USP), com mestrado em Ciências Médicas (USP) e que atende no Hospital Sírio-Libanês, explica que após o procedimento podem ser usadas outras tecnologias, como o Facetite e o Morpheus. “São radiofrequências minimamente invasivas que ajudam a tratar o excesso de pele na região. Muitas vezes, essas tecnologias, em casos selecionados, podem evitar até mesmo uma cirurgia”, sentencia. 

© 2024 EPOP copyright all right reserved.