Logo EPOP fundo transparente

Soluções GenAI devem ter forte crescimento nos próximos anos

Soluções GenAI devem ter forte crescimento nos próximos anos
Soluções GenAI devem ter forte crescimento nos próximos anos

A IDC (International Data Corporation) tem discutido várias perspectivas sobre a IA Generativa (Generative AI – GenAI) recentemente. Segundo uma previsão da corporação, espera-se que as empresas invistam quase US$16 bilhões globalmente em soluções de GenAI em 2023. Este investimento, que inclui software de GenAI, bem como hardware de infraestrutura relacionada e serviços de TI/negócios, poderá atingir $143 bilhões em 2027, representando uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 73,3%. 

Os dados obtidos por inteligência artificial podem ajudar empresas e corporações a identificar padrões de consumo, dados sobre produção, eficiência de serviços, maquinário, comportamento de clientes e diversas outras informações a partir da análise de dados brutos. Além das empresas, governos, instituições e entidades do terceiro setor podem ser beneficiados pela análise detalhada que a IA vem permitindo com o passar dos anos.

Neste contexto, no mês passado a PINTEC Semestral, divulgada pelo IBGE demonstrou que, em 2022, 84,9% das indústrias de médio e grande porte brasileiras utilizaram tecnologia avançada. Dessas, 84,8% o fizeram em Inteligência Artificial, 78,8% em análise de Big Data e 76,7% com Internet das Coisas (IoT).

Para o CEO e CTO da IPsense, George Randolph, o crescimento dessas tecnologias, ligadas à Data Analytics e à IA Generativa nos próximos anos é animador: “Acrescentar essas tecnologias com o que temos disponível muda não só como as empresas usam seus dados, mas também como elas criam coisas novas e personalizadas para seus clientes”, afirma. 

George, que lidera a área técnica e de inovação da IPsense, afirma que usar Data Analytics e IA Generativa no dia a dia das empresas médias e grandes é mais do que uma estratégia, trata-se de uma mudança completa de como elas operam e como se relacionam com os clientes.

“Analisar dados, descobrindo informações e padrões importantes, e usar a IA Generativa para criar soluções e conteúdos feitos sob medida, cria uma máquina capaz de se aprimorar e inovar sempre”, complementa.

O especialista projeta um cenário onde os dados não só dão informações, mas também alimentam sistemas que automaticamente criam e ajustam soluções, desde mensagens de marketing até processos operacionais, de forma rápida e precisa com a ajuda da tecnologia. 

Ainda segundo a PINTEC, a análise de Big Data foi usada por 2.239 empresas de médio e grande porte, o que representa 23,4% do total e que mostra que ainda há potencial para crescimento nos setores. Entre as áreas que mais utilizaram os recursos, administração e comercialização lideram a lista, seguidas por produção, desenvolvimento de projetos de produtos e logística.

Sobre a IPsense

A IPsense é uma empresa especializada no fornecimento de soluções de computação em nuvem, sendo parceira AWS no Brasil desde 2012 com diversas certificações de competência AWS. Com sua trajetória consolidada desde 2006, a empresa tem como cerne a implementação de estratégias de Data Lakes, Data Analytics e Machine Learning. Além disso, busca implementar uma gestão eficaz de infraestrutura na nuvem, visando que os clientes mantenham seus orçamentos sob controle durante o processo de migração e operação na nuvem. 

Para mais informações, basta acessar: https://www.ipsense.com.br/

 

© 2024 EPOP copyright all right reserved.