Logo EPOP fundo transparente

Tecnologia apoia laboratórios no diagnóstico precoce de doenças

Combinar soluções que possibilitem aos laboratórios realizarem o diagnóstico precoce de doenças é um dos conceitos que irão permear a participação da bioMérieux, empresa francesa do segmento de diagnóstico in vitro, no 55º Congresso da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML), que acontece entre os dias 5 e 8 de setembro, no Pro Magno Centro de Eventos (Av. Profa. Ida Kolb, 513, Jardim das Laranjeiras, São Paulo/SP.)

A ideia central é levar os visitantes a vivenciarem a jornada do paciente pelas tecnologias direcionadas ao diagnóstico desenvolvidas pela bioMérieux, que nesta edição conta com espaço para atendimento ao público e uma área destinada aos equipamentos, com as demonstrações das principais soluções dedicadas ao diagnóstico para apoiar a equipe médica na missão de salvar vidas.

Quem visitar o estande da companhia poderá ainda conhecer mais sobre a abordagem sindrômica e a identificação dos patógenos em apenas uma hora, inclusive no gerenciamento da sepse, em que o diagnóstico rápido e o tratamento antimicrobiano adequados são essenciais para a sobrevivência do paciente. As soluções visam a apoiar a equipe médica no gerenciamento do paciente para a admissão hospitalar, isolamento, terapia antiviral, introdução de antibióticos ou testes diagnósticos adicionais.

As tecnologias bioMérieux presentes no 55º Congresso da SBPC/ML são:

O FilmArray Torch é um sistema compacto de diagnóstico molecular de doenças infecciosas, totalmente integrado e projetado para atender as necessidades dos testes de doenças infecciosas em cada laboratório.

O FilmArray Torch é compatível com todos os painéis FilmArray® disponíveis e é capaz de detectar, em até uma hora, dezenas de microrganismos, vírus, bactérias, fungos e protozoários, entre eles os causadores da Sepse, e de diversas doenças respiratórias e gastrointestinais, além de meningite. Em razão do seu tamanho, o equipamento pode ser dimensionado de acordo com a produtividade do laboratório.

Construído sobre uma base sólida em microbiologia, o VITEK® MS Prime é uma evolução da tecnologia MALDI-TOF (Espectrometria de Massa por Ionização e Dessorção a Laser Assistida por Matriz: tempo de Voo) para identificação microbiana. Possui recursos como: sistema de bancada que pode ser integrado ao laboratório; carregamento de slides contínuo e automatizado; priorização de slides, permitindo agilizar o resultado de pacientes críticos; calibração automatizada, maximizando o tempo de uso e a confiabilidade do sistema; software que possibilita a análise de resultados em múltiplas estações de trabalho e um banco de dados atualizado.

Outra tecnologia presente no estande é o equipamento BACT/ALERT® VIRTUO®, de automação para hemoculturas, com a entrada automatizada das garrafas e medição do nível de sangue coletado em cada amostra. Por meio de uma análise logarítmica, a detecção da positividade pode ocorrer até 3 horas mais rápido que as atuais metodologias disponíveis, agilizando a tomada de decisão para a terapêutica, além da liberação automática das garrafas positivas e negativas, apoiando o fluxo laboratorial e o manejo adequado da sepse.

VIDAS KUBE consolida em um único equipamento a experiência da bioMérieux em Imunologia com a metodologia ELFA, em que é possível realizar vários testes simultaneamente. Em razão de seu porte, é possível agrupar até 6 equipamentos, chegando a uma capacidade máxima de processamento de 72 testes. 

Aperfeiçoamentos como verificação automática de compatibilidade CONE-BARRETE, identificação da presença e volume de amostra, detecção automática de vazamentos ou entupimentos através de uma bomba inteligente – dispensando por completo o uso de QCV, conectividade bidirecional e acesso remoto via VLINK são mais algumas características deste sistema.

Software R.E.A.L (Sistema de gestão para o diagnóstico de doenças infecciosas) – A bioMérieux também irá expor em seu estande o sistema R.E.A.L, uma solução de TI que foi pensada e desenvolvida com apoio de médicos e microbiologistas. Trata-se de um sistema de informação especializado em rotinas laboratoriais de Microbiologia, orientado para a gestão da informação diagnóstica do paciente hospitalar ou ambulatorial em estado crítico.

Tem capacidade de conectividade com todos os equipamentos e reúne todas as informações em um só local, o que impacta na eficiência do laboratório, nos custos e na gestão das doenças infecciosas.

Mais informações: http://www.cbpcml.org.br/

 

© 2024 EPOP copyright all right reserved.