Logo EPOP fundo transparente

Campanha nacional de doação de calçados para crianças aconteceu dia 25 de agosto

Campanha nacional de doação de calçados para crianças aconteceu dia 25 de agosto
Campanha nacional de doação de calçados para crianças aconteceu dia 25 de agosto

A Central Única das Favelas (CUFA), em parceria com a Franquia Pezinho e Cia, realizou a campanha ‘O Seu Pezinho virou Pezão’, entre os dias 25 e 26 de agosto. A ação tem por objetivo arrecadar calçados infantis, novos e usados, em bom estado, para serem doados. São 30 pontos de coleta em todo o Brasil. Em seguida, eles serão destinados a crianças de comunidades onde a organização atua.

Os pontos de coletas estão nos estados de São Paulo, Goiás, Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Piauí, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Tocantins e no Distrito Federal. Onde vão oferecer toda a logística para receber e destinar os calçados para CUFA. Depois, os itens separados e embalados, serão entregues nas sedes regionais da CUFA Brasil que fará a distribuição para diversas comunidades no país. Para mais informações sobre as localidades de recebimento, basta acessar: pezinhoecia.com.br/blog-do-pezinho/campanha-solidaria—o-seu-pezinho-virou-pezao.

A franqueadora da marca Pezinho e Cia, Walkiria Calixto, explica o que motivou a empresa a desenvolver o projeto: “Pensando nisso, decidimos nos unir a outras pessoas e organizações que trabalham com ações sociais. Com essa parceria com a CUFA saberemos exatamente para quem serão canalizadas todas as doações de calçados. Estamos motivados a trabalhar para que a população possa aderir e fazer doações”.

“É muito importante contarmos com esse tipo de parceria. Favela é território de potência, mas muitas vezes também precisamos de apoio. Essa distribuição da com a Franquia Pezinho e Cia veio em ótima hora. Crianças e jovens das favelas de São Paulo e do Brasil inteiro terão maior dignidade e estrutura, depois dessa grande ação”, disse Kalyne Lima, presidente nacional da CUFA.

© 2024 EPOP copyright all right reserved.