Logo EPOP fundo transparente

Pedagoga dá dicas de como estudar para os vestibulares

Pedagoga dá dicas de como estudar para os vestibulares
Pedagoga dá dicas de como estudar para os vestibulares

Os exames e vestibulares se constituem como os principais sistemas de acesso ao ensino superior no Brasil. A transição do Ensino Médio para uma faculdade pode ser um momento muito estressante para um aluno, mas com a devida organização do tempo e das atividades, com uma rotina adequada e um bom método de estudos, essa trajetória pode ser tranquila e positiva.

As provas utilizadas como mecanismo para ingressar no Ensino Superior demandam do aluno um empenho intenso aos estudos. Além de dominar os conteúdos das diversas disciplinas, o candidato precisa desenvolver habilidades de leitura, interpretação, argumentação e escrita, que são fundamentais para a realização de uma boa prova. 

Para Cristhiane Amorim, pedagoga com pós-graduação em neurociência, educação e desenvolvimento infantil, que atua como especialista em educação na rede Kumon, é necessário que haja dedicação e disciplina na hora de realizar esses exames, pois são muitos conteúdos para estudar, o que pode levar os alunos a se sentirem ansiosos e perdidos, achando que não conseguirão dar conta de tudo.

A profissional ainda conta que, para ter um bom desempenho, é preciso ficar atento para não deixar as matérias a serem estudadas se acumularem e fazer um planejamento dos estudos, dessa forma é possível evitar uma pontuação aquém do esperado. “Planejar é o primeiro e mais importante passo para obter bons resultados. Isso ajuda a aumentar a produtividade e o aproveitamento dos estudos, além de contribuir para uma vida mais equilibrada e disciplinada em todos os campos”, esclarece Cristhiane.

A pedagoga dá algumas dicas que podem ajudar na hora de estudar para os vestibulares:

  • Criar um ambiente tranquilo para estudar: um local preparado e adequado proporcionará mais concentração e foco evitando distrações que podem atrapalhar;
  • Conhecer as provas e praticar: explorar materiais antigos, refazendo exercícios e redações, se atentar a linguagem das provas e aos materiais anteriores pode trazer bons resultados; 
  • Desenvolver um cronograma: por se tratar de provas extensas com muitos conteúdos, o ideal é contar com cronogramas que favoreçam os estudos. Dividir o  tempo de estudos com a rotina, manter o cronograma sempre atualizado e revisar regularmente os materiais são etapas importantes;
  • Atentar-se às notícias: as redes sociais podem ser uma ferramenta útil para acesso a conteúdos educativos, discussões relevantes e até mesmo grupos de estudo. Contudo, é primordial equilibrar o tempo dedicado às redes sociais com uma rotina de estudos eficaz, garantindo assim um aproveitamento adequado no processo preparatório para os vestibulares;
  • Definir prioridades: na vida é necessário ter metas e objetivos, e tratando-se dos estudos não poderia ser diferente. Deste modo, estabelecer prioridades e o que deseja alcançar com os resultados das provas é essencial; 
  • Reservar um tempo para descansar, socializar e cuidar do corpo: o corpo humano trabalha 24h por dia para diferentes resultados, portanto é muito importante reservar um tempo para descansar e não sobrecarregar o corpo e o cérebro. Quando o corpo e a mente estão bem, o aprendizado se potencializa. Descansar, praticar exercícios, sair com os amigos e se alimentar bem fazem parte do processo;
  • Cuidar da mente: o mundo já é um lugar que pode causar muitos traumas, e os vestibulares são provas extremamente intensas, e a pressão para obter bons resultados é inevitável. Desse modo, vale investir em um tempo para cuidar da mente.

© 2024 EPOP copyright all right reserved.