Logo EPOP fundo transparente

Terceira etapa do Desenrola Brasil inicia no próximo mês de setembro

Terceira etapa do Desenrola Brasil inicia no próximo mês de setembro
Terceira etapa do Desenrola Brasil inicia no próximo mês de setembro

A 3ª etapa do Desenrola Brasil inicia em setembro com adesão de devedores com renda mensal de até dois salários mínimos ou que estejam inscritos no CadÚnico – Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – e com dívidas financeiras e não financeiras cujos valores de negativação não ultrapassem o valor de R$ 5.000,00.

O Desenrola Brasil é um programa emergencial do governo federal e contempla três etapas. As duas primeiras, que estão em andamento desde julho e que continuam neste mês de agosto, têm como foco a desnegativação de dívidas de até R$ 100 reais e renegociação de dívidas bancárias. Nesta fase, a estimativa do governo federal é de que mais de 30 milhões de pessoas sejam beneficiadas.

Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada no último mês de maio pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), apontam que a parcela de famílias brasileiras com dívidas (em atraso ou não) chegou a 78,3%. E para que possam negativar débitos e recuperar o crédito para efetuar contratos de aluguel, por exemplo, o governo federal criou o Desenrola Brasil.

Juliano Garrett, Diretor da Consultoria Federal da Econet Editora, explica que o programa foi viabilizado pela Secretaria de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda com o intuito de combater a inadimplência. “O Desenrola Brasil é uma medida paliativa para que os brasileiros possam se recuperar da crise que abateu o país com a pandemia e num cenário em que as taxas de juros mudaram radicalmente de patamar. A iniciativa tem o potencial de beneficiar até 70 milhões de pessoas”, informa Garrett.

Ainda conforme ele, a Portaria 733 de 13 de julho de 2023 dispõe sobre a habilitação de agentes financeiros no Programa Emergencial de Renegociação de Dívidas de Pessoas Físicas Inadimplentes. “Essa renegociação de dívidas, certamente terá um impacto positivo para a economia. Os Bancos estão em contato com os devedores, como se fosse um “leilão”, ofertando juros mais baixos”, relata o Diretor da Econet.

A Portaria 634 de 27 de junho de 2023 também traz detalhes sobre quais os requisitos e condições para a adesão ao desenrola Brasil. Os brasileiros que ainda têm dúvidas sobre o Programa, podem acessar um guia de perguntas e respostas que apresenta todas as orientações sobre o Desenrola Brasil. 

 

© 2024 EPOP copyright all right reserved.