Logo EPOP fundo transparente

Especialista comenta tendências para seguradoras em 2024

Especialista comenta tendências para seguradoras em 2024

A era digital revolucionou a maneira como diversos negócios tradicionais operam, e o setor de seguros é um daqueles que mais incorpora novas tecnologias, acelerando o crescimento e ampliando o seu alcance.

Essa transformação do setor se deu muito pela aposta em uma boa infraestrutura tecnológica, além de terem aperfeiçoado os softwares customizados para as seguradoras, e todo investimento e modernização ajudam a fidelizar ainda mais os consumidores e trazendo um crescimento para a categoria. 

De acordo com a CNseg (Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais), a categoria quer aumentar a sua participação no PIB de 6,5% para 10%, em 20% a população atendida e o volume de indenizações de 4,6% para 6,5% até 2030. Já a agência de classificação de risco Fitch afirma que os prêmios no setor de seguros no Brasil devem crescer 7% em 2024.

Segundo a Insurtech Insights, a indústria de seguros passará por forte transformação em 2024, onde a agilidade e a centralização no cliente serão os principais diferenciais no mercado global competitivo.

O especialista e Sócio Diretor da CBYK, Fabricio Visibeli, também concorda com a importância na centralização no cliente: “Pois com o consumidor no centro das atenções das empresas e ostentando o poder da mudança, facilitar a vida dele e valorizar sua jornada e relação com a marca passou a ser essencial. Enfrentando essas mudanças, as seguradoras estão adotando tecnologias inovadoras para melhorar seus processos e a satisfação dos clientes, e para 2024”, comenta.

Fabricio também aponta que para 2024, o setor de seguros prevê 4 principais tendências:

Inteligência Artificial:

Ele explica que, com a Inteligência Artificial, as seguradoras podem analisar terabytes de
dados de forma rápida e objetiva, identificando padrões e mesmo personalizando os seguros individualmente. A detecção de fraude é uma área importante em que as seguradoras utilizam a IA, que facilita o combate a sinistros falsos ou exagerados, seguros fantasmas, declarações falsas de informações pessoais, acidentes forjados e fraudes por colisões múltiplas, entre outras funções;

Soluções mobile:

O especialista aponta que através dos aplicativos móveis, é possível cotar, contratar e fazer
alterações no seguro com apenas alguns toques. Ter o próprio aplicativo para fornecer aos clientes acesso fácil a informações como apólices, sinistros e pagamentos em dispositivos móveis é uma das aplicações básicas que as seguradoras podem oferecer a fim de melhorar a experiência do cliente e aumentar a eficiência operacional;

Telemetria:

Outra tendência apontada por ele é a telemetria, que pode ajudar as seguradoras a identificar falhas na forma de condução dos motoristas, além de fornecer informações sobre o desempenho do automóvel. O eventual comportamento desonesto dos segurados pode trazer prejuízos para as seguradoras, resultando em perdas financeiras significativas para as empresas, além de aumentar os prêmios para todos os segurados. Com a estratégia, Fabrício explica que os prêmios podem ser ajustados de acordo com cada perfil de segurado;

Dispositivos vestíveis:

Por fim, ele explica que os dispositivos vestíveis possibilitam a coleta de dados valiosos para monitoramento de aspectos da saúde dos segurados em tempo real, como frequência cardíaca e qualidade do sono, permitindo às seguradoras reduzir custos, identificar riscos e prevenir sinistros. As informações possibilitam também que as seguradoras incentivem hábitos saudáveis e ofereçam descontos a eles relacionados para os clientes. 

Fabricio conclui que 2024 será um ano movido por muitas mudanças tecnológicas, devido ao avanço na inovação que será significativo no setor de seguros como previsto nos dados apresentados.

Para mais informações, basta acessar: https://cbyk.com.br/

© 2024 EPOP copyright all right reserved.