Logo EPOP fundo transparente

Consumo de frutas e cereais ajuda a higiene bucal nas férias

Consumo de frutas e cereais ajuda a higiene bucal nas férias

Segundo os dados preliminares divulgados em julho da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal – SB Brasil, do Ministério da Saúde, há muitos brasileiros precisando de cuidados em saúde bucal. Na faixa de 65 a 74 anos, 44,9% necessitam de algum tipo de tratamento imediato, devido à dor ou infecção dentária. Entre os adultos de 35 a 44 anos, há necessidade de realizar ao menos um procedimento odontológico em 48,4%. Números que preocupam ainda mais com a chegada do verão, quando muita gente viaja ou faz programas diferentes do seu dia a dia que podem atrapalhar a manutenção dos cuidados com a saúde bucal. O ideal é realizar um mínimo de três escovações diárias e o uso regular de fio dental. Mas se a pessoa for passar a maior parte do dia em um local que a impeça de escovar os dentes após o almoço, por exemplo, ela pode contribuir com a limpeza de sua boca ao comer uma maçã ou beber muita água. 

Beber água é fundamental para saúde em geral e ajuda a limpar a boca, ressalta a dentista Patricia Colombo, responsável técnica pela Amil Dental no Rio de Janeiro. Outra dica passada pela profissional de Odontologia é comer alimentos fibrosos, que provocam uma higienização natural – eles fazem uma limpeza nos dentes, evitando a formação de placa bacteriana.

“Posso indicar frutas como maçã, ameixa e pêssego, e cereais, como granola e aveia. Outra orientação é evitar alimentos com açúcar, principalmente se não houver como fazer a higiene após o consumo”, destaca Patricia Colombo. E para quem vai viajar, a instrução é levar um kit de higiene que tenha uma escova de dentes nova, preferencialmente com cerdas maciais, creme dental e fio dental.

“Enxaguante bucal não substituiu a escovação e tem indicação específica, que só o dentista pode orientar. O ideal é sempre ter a mão uma escova de dentes, mesmo que seja daquelas menores e mais fáceis de levar para todos os lugares. E se a pessoa estiver sem pasta de dentes, deve fazer a escovação mesmo assim, sem creme dental”, ressalta Patricia Colombo.

A dentista também recomenda que se evite o consumo excessivo de álcool, que reduz a produção de saliva e contribui para o mau hálito. E no caso de qualquer problema ou desconforto bucal em uma viagem, a pessoa deve procurar imediatamente por um dentista pois o tempo entre o ocorrido e a consulta pode ser um fator importante na solução do problema.

© 2024 EPOP copyright all right reserved.